30/06/2021

Os conceitos de professor pesquisador e professor reflexivo no campo da Educação

Por: Rosa Acassia Luizari

Tatiana Bezerra Fagundes, no texto “Os conceitos de professor pesquisador e professor reflexivoperspectivas do trabalho docente”, explicita a apropriação dos conceitos supracitados pelo campo educacional. Apresenta os contextos que motivaram a construção de cada um, considerada a realidade educativa contemporânea, isenta de neutralidades e, por isso mesmo, marcada por ideologias. A autora cita como referenciais teóricos para explicitar os conceitos de professor pesquisador e professor reflexivo os trabalhos de Donald Schon e Lawrence Stenhouse.

O objetivo de Fagundes é evidenciado no resumo e na introdução do texto e nos leva a pensar o significado de conceitos tão divulgados no campo educacional e, talvez por isso mesmo, motivadores de debates entre os profissionais da Educação e alunos/as de cursos de Pedagogia e de outras licenciaturas. Questões não pouco discutidas envolvem o debate em torno da formação de professores: 

[…] Quem é o professor pesquisador e o professor reflexivo? Quais as suas características? Quais as propriedades e a natureza da sua pesquisa? A pesquisa do professor é uma pesquisa científica? De que professor e de que pesquisa está se tratando, quando se fala em professor pesquisador? Que condições tem o professor, que atua nas escolas, para fazer pesquisas? Que pesquisas vêm sendo produzidas pelos professores nas escolas? […] O que conta como pesquisa? (FAGUNDES, 2016, p. 283).

No decorrer de minha formação no curso de Licenciatura em Pedagogia, coloquei-me dentro de tais questionamentos para compreender a responsabilidade social de ser uma educadora e pesquisadora simultaneamente e, para evitar incorrer nos sentidos de ensino e pesquisa deteriorados pelo senso comum, procurei nas leituras a respeito do tema a base para argumentos significativos que respondessem às minhas dúvidas. A universidade onde estudei ofereceu-me um sólido referencial teórico para a análise de tais questões, no entanto, o ‘estar dentro’ das indagações parecia-me ainda mais complexo. Estar na prática docente diária implica a constituição do ato de ser professora e isso parece estar além do grau de cientificidade que possa ser atribuído aos conceitos de professor reflexivo e professor pesquisador.  

Em se tratando de grau de cientificidade dos conceitos discutidos por Fagundes (2016), o tema amplia-se. Pensar o campo da Educação e seu estatuto científico, a ideia de professor pesquisador e a pesquisa desse professor em função da práxis educativa ou para além dela leva-me a refletir sobre práticas sociais de ensino e aprendizagem e tais práticas remetem à ideia de Educação como um ato social. Educar é prática intencional que implica em formação técnica e cultural. Para além das definições que eu possa atribuir ao ato educativo, ele tem consequências.

Quando escolho uma estratégia de ensino e não outra, determinado livro, espaço de exercício da prática e tema devo ter clareza do propósito daquele ato de ensino. Na educação formal, se procuro dar um sentido ao conteúdo desenvolvido com a turma e busco incluir os alunos em minhas decisões a respeito de objetivos traçados e método, pratico pesquisa permeada por uma ideologia. Se escolho uma abordagem tradicional de ensino e busco distanciar-me de práticas interacionistas, o faço em um contexto onde uma ideologia tenta sobrepor-se à outra.  

Dentro de um contexto com ideologias sobrepostas, posiciono-me para pensar o risco de cair em um vazio conceitual se se pretende generalizar os conceitos analisador por Fagundes (2016).  

 

Referência bibliográfica 

FAGUNDES, Tatiana Bezerra. Os conceitos de professor
pesquisador e professor reflexivo: perspectivas do trabalho docente. Revista
Brasileira de Educação,  v. 21 n. 65
abr.-jun, p. 281-298, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v21n65/1413-2478-rbedu-21-65-0281.pdf. Acesso em: 14 mai. 2021. 

*Rosa Acassia Luizari é pedagoga formada pela UNESP e graduanda em Letras-Português pelo Centro Universitário Claretiano; Professora no Ensino Fundamental em Rio Claro-SP. Autora do livro Sinopse do Corpo (Helvétia Éditions, 2020). Membro Fondatore do Nucleo Accademico Italiano de Scienze, Lettere e Arti. Participa de antologias no Brasil, Portugal e Argentina. Destaque Cultural 2020. 

Colaboração

Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE