fbpx
12/03/2020

Métodos diferenciados no ensino de História

Por: Luís Moura

O ensino de  História por vezes poder ser considerado enfadonho, visto  a grande quantidade de leitura  exigida pelos métodos tradicionais. Muitas datas, nomes e lugares dificultam o entendimento do aluno, fazendo com que ele se preocupe mais em decorar do que aprender ou entender os acontecimentos dos fatos, chegando em alguns casos em que o aluno tira um 10 na prova, mas um mês depois não sabe mais nada da matéria, isso porque ele  não aprendeu, apenas decorou para a prova, se preparou apenas para aquele momento e não adquiriu o conhecimento, a informação não foi para o seu “HD”, não ficou armazenada.

Na atualidade, não faz mais sentido ficarmos presos a um livro específico da disciplina para passar o conteúdo aos alunos, hoje temos o mundo em nossas mãos, as possibilidades são inúmeras, podemos fazer uso de documentários, filmes, músicas, teatro, e um método  que eu em particular gosto muito, à visita aos locais históricos. Sei que este é bem mais complicado por diversos fatores, econômicos, logísticos, segurança etc, mas essas visitas realmente trazem resultados efetivos e satisfatórios na absorção da matéria.

Podemos usar a música! Digamos que vamos trabalhar a ditadura militar no Brasil, temos uma grande quantidade de músicas que relatam esse acontecimento, temos músicas que foram censuradas, outras que passaram pela  censura mesmo criticando o regime. Por meio da música, podemos despertar a curiosidade dos alunos em descobrir o que está sendo dito ali, a quem se refere aquela música, aos desmembrar a letra de uma canção fazemos um grande trabalho de pesquisa, que sempre será lembrado ao escutar a música novamente, então com certeza o que foi aprendido ali, ficará para sempre na memória dos alunos.

Também podemos usar os filmes, filmes clássicos, históricos que marcaram épocas e também documentários, mas ao fazer o uso dessa ferramenta devemos sempre procurar comparar com os fatos reais, tentar identificar a matriz ideológica, para entender o ponto de vista que a obra deseja mostrar, isso vai fazer com que os alunos pesquisem e debatam sobre o tema do filme, procurando saber até onde o filme é fiel aos fatos, e até onde é apenas uma ficção.

O teatro, esse método, pode trazer belos e emocionantes momentos para a sala de aula, na representação teatral os alunos fazem uso de habilidades e competências múltiplas, aprendizagens para as mais diversas expressões artísticas, como falas, diálogos, gestos, movimentos, danças, entrar em cena, protagonizar, ocupar o palco, resultando em uma manifestação espontânea de integração e equilíbrio entre os estudantes. Um trabalho em grupo que vai fazer com que aprendam o conteúdo a ser trabalhado, aprendam a trabalhar em equipe, respeitar o próximo e talvez desperte talentos que nem eles sabiam que tinham.

Por fim, os tempos são outros, a época da educação bancária já passou, novos tempos, novos métodos, porque queremos novos resultados. As metodologias não podem ficar obsoletas, devem evoluir conforme a sociedade evolui. Se não acompanharmos essa evolução vamos fazer com que nossos alunos percam o interesse em estudar, percam a curiosidade que faz com que eles queiram ir mais além, descobrir coisas, entender o que se passa à sua volta, ser um cidadão do mundo civilizado.

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
Recomendados
Outras matérias da mesma editoria