fbpx
26/02/2020

Adaptação com amor

Por: Thais Bonafé e Priscila Carvalho

Na adaptação de um bebê no Jardim da Infância – Berçário e Educação Infantil – é de extrema importância criar um vínculo com a mamãe. Sabemos que essa adaptação não será feita apenas para a criança e sim, para a mamãe que está confiando a nós o seu bem mais precioso.

Procuramos sempre dar apoio emocional para esta e passar a confiança que ela precisa. Acreditamos que a criança sente quando existe segurança vinda de sua mãezinha ao nos entregar, no portão da escola, seu bem mais precioso.

No primeiro contato, procuramos sempre esclarecer todas as dúvidas que a mamãe possa ter, muitas são mães de “primeira viagem” e seus medos e inseguranças são comuns. O mais importante é nos colocar no lugar delas e respeitar, afinal é normal sentir insegurança no novo.

Já para os pequenos, muitas vezes a adaptação dura cerca de uma semana, passando disso a nova fase deixa de ser algo estranho e passa a ser divertido. Acreditem, eles começam a ver a escola de uma forma diferente, um mundo mágico e interessante.

Para que isso aconteça, nosso papel é dar muito carinho, segurança e atenção para essa criança. Dar colo é algo que, para muitos, traz maus hábitos, mas para nós do Jardim da Infância, oferecer o nosso colo é um ato de amor, um modo desse bebê se sentir acolhido e protegido. O colo faz parte da rotina, eles amam e necessitam dessa atenção, para passar por esse novo momento de suas vidas.

Falando um pouco sobre adaptação de bebes de 4 a 6 meses.

Nessa fase, muitos bebês ainda são alimentados exclusivamente com leite (materno ou fórmula) e suas necessidades e limitações são diferentes de um bebê que já senta, engatinha, anda e já consome outros tipos de alimentos. Mesmo com as diferenças de fases procuramos sempre os envolver na rotina. Mesmo não comendo, vão ao refeitório. Mesmo não andando ou engatinhando, vão para o parque e participam de todas as atividades juntos com os coleguinhas. Claro que tudo é feito com muito cuidado e respeitando suas limitações.

O importante é não excluir os bebês de nada que possa ajudar em seu desenvolvimento. E isso sempre traz bons resultados!

Contudo, nosso maior objetivo é fazer dos dias desses pequenos, dias alegres e cheios de novas descobertas. Sempre com muito amor!

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
Outras matérias da mesma editoria