23/04/2022

Escritores e obras estrangeiras para potencializar o aprendizado em inglês

Dominar o hábito de leitura em inglês pede ao estudante bastante esforço na jornada do aprendizado. Por isso, o exercício de ler obras e artigos na língua inglesa pode ser um importante aliado na hora de aprender e potencializar aquilo que está sendo aprendido.

Nesta jornada do aprendizado, conhecer autores importantes da literatura estrangeira pode, inclusive, aproximar o estudante cada vez mais da cultura e da história de outros países.  

Hoje, no Dia da Língua Inglesa, nós da Entretanto separamos uma lista de autores e obras para que você possa mergulhar no universo da história e da ficção e tornar o hábito de estudar um momento ainda mais prazeroso. Confira: 

 

William Shakespeare
(…) “Ser ou não ser, eis a questão” (…)

Hamlet, príncipe da Dinamarca, publicado em 1603

Se você já ouviu essa frase – e a interpretou -, com certeza já ouviu falar em William Shakespeare. Considerado um dos mais influentes autores e gênio da literatura mundial, marcou gerações e revolucionou a história do teatro, da comédia à tragédia, sua obra criativa é leitura fundamental para os estudantes.

Ao longo da sua carreira, escreveu mais de 40 peças e 150 sonetos. Por isso, se você busca uma leitura mais rebuscada, com certeza, vai gostar de ler em inglês:

Romeu e Julieta: uma das principais obras da literatura inglesa, Romeu e Julieta é uma tragédia (gênero teatral grego) que conta a história de um casal que se apaixona, enquanto as suas famílias são inimigas. 

Sonho de uma Noite de Verão: considerada a maior comédia de William Shakespeare, conta a história de quatros adolescentes vivendo em Atenas e as relações amorosas desses personagens. 

Leia também: Infográfico – Inglês com Shakespeare: conheça as palavras criadas pelo escritor

Jane Austen

Um dos principais nomes da transição do Romantismo para o Realismo, Jane Austen é reconhecida por colocar personagens femininas como dona de suas próprias histórias. Portanto, suas obras fazem reflexão e diversas críticas sociais e ironias ao período que Jane vivia. 

Orgulho e Preconceito: uma das obras mais famosas da autora e, com certeza, você já ouviu falar, Orgulho e Preconceito narra a história de Elizabeth Bennet e Mr. Darcy, um casal de diferentes classes sociais que se apaixonam um pelo outro. 

A Abadia de Northanger: primeiro romance escrito por Jane, porém somente publicado um ano depois da sua morte, em 1818. A Abadia de Northanger conta a história de Catherine  Morland, uma adolescente de 17 anos, amante de livros de terror e mistério. Na obra, Catherine decide viajar para Abadia de Northanger e lá encontra diversas aventuras que nem sua imaginação fértil poderia pensar.   

Charles Dickens

Charles Dickens marcou seu nome na história da literatura inglesa com contos recheados de críticas sociais, falando sobre a classe trabalhadora, desemprego e pobreza.

Quando criança, Charles teve que se refugiar por conta de dívidas que sua família devia à justiça. Desse modo, foi com a escrita que o romancista conseguiu superar seus medos e desafios. 

Um Conto de Natal: adaptado algumas vezes no cinema, Um Conto de Natal, conta a história de Ebenezer Scrooge, um milionário solitário que não ajuda ninguém ao seu redor. Na obra, três fantasmas falam com Scrooge para que ele entenda o real motivo do natal. 

Oliver Twist: o primeiro romance de Charles Dickens, Oliver Twist, narra a história de um jovem pobre e órfão que passa por diversos problemas na vida até se envolver no crime. Ademais, esse livro foi inspirado em como Dickens se sentia quando era criança e pobre. 

Virginia Woolf

A britânica Virginia Woolf teve contato com a literatura desde criança, por conta de seu pai, que era editor. Desse modo, ainda jovem, começou a escrever textos jornalísticos e até criou sua própria editora, onde postava textos desde romance até psicanálise. 

Orlando: uma das principais obras de Virginia Woolf, Orlando é um romance semi-biográfico da escritora, a história é recheada de questões sobre gênero e existencialismo. 

Mr. Dalloway: nesta obra, Virginia narra a história de Clarissa Dalloway, uma mulher rica que vive na Inglaterra logo depois de acabar a Primeira Guerra Mundial. 

Arthur Conan Doyle

Um dos nomes mais importantes da literatura inglesa, responsável pela criação do personagem icônico da cultura pop Sherlock Holmes, Arthur Conan Doyle é reconhecido pelo mistério e suspense em suas obras. E, se esse é um gênero com o qual você se identifica, certamente vai aproveitar a leitura!

Sherlock Holmes: considerado o detetive mais famoso do mundo, Sherlock Holmes tem uma coleção rica de livros para leitura. Sendo assim, uma ótima opção de leitura para o aprender a língua inglesa.

Sally Rooney

Um dos principais nomes da literatura contemporânea, Sally Rooney, sempre teve contato com a leitura. Aos 15 anos, já participava de grupos de escrita e compartilhava suas histórias, por isso nessa mesma idade escreveu seu primeiro livro.

Conversa Entre Amigos: seu primeiro romance publicado, Conversa Entre Amigos foi escrito em apenas três meses e conta a história de um romance entre duas jovens. 

Belo mundo, onde você está: o terceiro romance de Sally Rooney, “Belo mundo, onde você está” narra a história de Ellen que terminou recentemente seu namoro e precisa lidar com as consequências disso. 

bell hooks

Professora, escritora e ativista do feminismo afro-latino-americano, bell hooks tem mais de 30 obras em seu nome. Por isso, ela significa resistência para as mulheres negras.

Curiosamente, o nome da escritora se escreve assim (bell hooks) com letras minúsculas. Visto que, ela dizia que essa era uma forma de evidenciar suas obras e não a si própria.

E eu não sou mulher? Mulheres Negras e Feminismo: considerado uma das obras mais importantes de bell hooks, E eu não sou mulher? Mulheres Negras e Feminismo levanta a discussão sobre raça, sexo e classe para mulheres negras. 

O feminismo é para todo mundo: Políticas arrebatadoras: neste livro, bell hooks defende que o feminismo deve ser aceito por todas as pessoas, independente da raça, gênero ou classe social. 

Rachel Cusk 

Em 2003 reconhecida como uma das melhores jovens romancistas pela Granta – revista britânica de literatura – Rachel Cusk é uma das vozes contemporâneas do mundo literário. 

Esboço: primeiro livro da trilogia Esboço, o livro conta a história de Faye, uma recém-divorciada que é escritora e professora que começa a dar aula em Atenas, na Grécia. Além disso, a obra se destaca por conta das reflexões do cotidiano e da vida da personagem. 

Trânsito: segundo livro da trilogia, a obra conta a história de uma escritora recém-divorciada que tem dois filhos pequenos e tenta construir uma nova vida, agora solteira. 

Mérito: último volume da trilogia Esboço, nesta obra é retomado a história do primeiro romance para concluir a história de Faye. Além disso, o livro aprofunda ainda mais reflexões da autora sobre o cotidiano. 

Leia também: Jornada do aprendizado: 6 séries para estudar inglês

 

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
Recomendados
Outras matérias da mesma editoria