fbpx
07/05/2020

Covid-19: atividades para conduzir com alunos da Educação Infantil

Veja sugestões listadas pelo time Editorial da Pearson para fazer com as crianças e garantir o aprendizado em casa

O distanciamento social provocado pelos efeitos do coronavírus (Covid-19) apresentou muitos desafios inéditos para os pais, alunos e professores, que tiverem as suas rotinas modificadas e tiveram que passar por uma série de adaptações.

Para os professores e pais de alunos da Educação Infantil, o time Editorial da Pearson preparou um material pedagógico voltado para atividades artísticas para fazer com as crianças em casa. Confira:

Desenho é coisa séria!

Entre rabiscos e pinturas, a criança constrói sua linguagem e expressa suas emoções. Os desenhos podem não narrar, linearmente, uma história, mas expressam a mais pura e genuína criatividade.

Mesmo com a falta da fala, as crianças conseguem colocar no papel como enxergam o mundo, seus primeiros conceitos – alto, baixo, magro ou gordo, por exemplo – e expressam as percepções sobre o que sentem e vivenciam. O ato de desenhar estimula diversas partes do cérebro relacionadas ao processo criativo e, por isso, pode ser praticado de forma livre ou como jogos durante o período de isolamento social.

Durante o tempo extraescolar, os pais podem propor construções lúdicas que conectem o universo infantil ao desenvolvimento da capacidade motora e cognitiva. Após os três anos, a criançada já respeita o limite da folha ou do caderno e sabe o que desenhar: pai, mãe, vovó, titio, árvores, sol etc. A exteriorização do mundo é nítida nos traços incertos e emocionantes para quem os recebem. Quem nunca guardou o primeiro desenho dos filhos ou a primeira inicial rabiscada por eles?

Aos cinco anos, meninos e meninas conseguem elaborar desenhos mais detalhados e próximos da realidade. Em todas as fases é possível analisar pequenos detalhes de cada obra. Observar técnicas, a utilização de cores frias ou quentes, formas de pegar o lápis, proporção e tamanho das figuras, estado emocional dos personagens desenhados, tudo pode ser avaliado para descobrir o que a criança está sentindo.

Para brincar, listamos alguns jogos que podem ser feitos por meio de desenhos:

  • Teatro de fantoches: criem seus próprios personagens e contem as histórias coletivamente;
  • Jogo da memória: as crianças podem desenhar as próprias combinações e escolher o tema, como animais, familiares, objetos da casa e muito mais!;
  • Ilustrem, em um caderno avulso, o livro de história preferido;
  • Amarelinha: desenhem no jardim de casa, da rua ou do condomínio a própria brincadeira;
  • Desenho maluco: em uma folha em branco, cada participante desenha uma parte do corpo;
  • Para completar, é preciso passar para os outros. Importante: troque com as folhas dobradas e de forma simultânea para todos serem surpreendidos;
  • Caça ao tesouro: deixe a criança esconder uma preciosidade (servem fotos da família, brinquedos ou guloseimas) e peça para ele desenhar o mapa da casa para todos procurarem o tesouro.

Com essas sugestões, é possível perceber que nem sempre é necessário ter brinquedos prontos e estruturados para divertir e motivar os pequenos. Em todo o processo, eles devem ser orientados e estimulados pelos pais, e a necessidade do desenho perfeito não é exigida nessa fase.

O incentivo deve acontecer, ainda, durante a fase de alfabetização, já que muitos pais e professores focam no aprimoramento da caligrafia e deixam como secundário o desenho. Importante lembrar que este é a base da escrita, pois as crianças são instigadas a desenhar ao verem os adultos escrevendo.

Desenhos que viraram filmes

Turma da Mônica, Alladin, Rei Leão, Smurfs, Os Flintstones, Alvin e os Esquilos são alguns dos desenhos que saíram do papel para tornar seus personagens grandes estrelas do cinema.

Inclusive, no Canal da Turma da Mônica a família pode acessar para se divertir e aprender durante os períodos de lazer e descanso. A plataforma oferece, por exemplo, vídeos de orientações sobre o coronavírus (Covid-19), como o primeiro banho do personagem Cascão, a importância de ficar em casa, além das incríveis histórias de Mauricio de Sousa com toda a turma.

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0    Média: 0/5]
COMPARTILHE
Outras matérias da mesma editoria