16/03/2020

Coronavírus: aulas são suspensas e professores migram para ensino online

Devido a pandemia de Covid-19, educadores mudam suas aulas tradicionais para se adaptarem a um ensino mais digital

Com o cenário atual de pandemia, não tem jeito: educadores devem adaptar suas aulas presenciais a online. Mas, como transformar? Você pode até não saber por onde começar a fazer isso. Por isso que reunimos algumas informações para servir como guia na projeção de uma “nova” maneira de ensinar e aprender. Pensamos em quais dúvidas são mais emergenciais na implementação do método digital e buscamos respostas que atendam a essa demanda de constantes mudanças.

Não esqueça que você deve sempre começar conversando com sua instituição ou pesquisando no site deles, para obter informações sobre os requisitos específicos que eles têm para ministrar cursos on-line. A Dra. Stephanie Tacquard, Gerente de Sucesso do Cliente da Pearson, respondeu a algumas dúvidas. Confira: 

Como você vai ensinar?

Sua turma será um curso on-line que ainda se reunirá por vídeo/bate-papo em um determinado horário ou será um curso que você trabalhará em seu ritmo? Pensando que alunos podem interromper atividades devido ao COVID-19, é importante pensar que um curso assíncrono.

Para colocar isso em ação, crie um acesso em algum software que possibilitará essa aprendizagem. Aconselhamos que você verifique com sua instituição se há disponibilidade de algum.

Outro ponto importante é pensar na duração de seus vídeos. É aconselhável que haja um tempo de aprendizado de 30 a 50 minutos seguido de pausas. Por isso, considere dividir em pedaços pequenos com tópicos.

Como os alunos se envolverão?

Medir interação dentro do ambiente escolar é mais fácil do no online. Agora, o desafio é como obter o mesmo nível de engajamento em um curso online. Nossa dica para este ponto é investir em fóruns de discussões e trabalhar com pequenos grupos para ajudar no aumento de envolvimento. Nesses fóruns, prefira fazer perguntas abertas para estimular que os estudantes deem opiniões.

Outro aspecto a ser explorado é oferecer atividades diferentes para entender qual modalidade resulta em melhores interações que desenvolvam um pensamento crítico.

Uma outra maneira interativa de envolver a classe (e diminuir um pouco da sua carga de trabalho) é dar a cada grupo um tópico diferente e fazer com que eles criem um pequeno vídeo e algumas avaliações sobre o tema – outros alunos o curso seria obrigado a participar.

Como você vai se comunicar?

Aqui, você precisa identificar qual será a sua principal forma de transmitir informações. Nossa dica para este tópico é usar e-mail, criar anúncios em seu sistema de gerenciamento de ensino ou na própria plataforma que for usar online. Lembre-se sempre de comunicar aos seus alunos por qual meio acontecerão esses comunicados.

Caso opte por e-mail, use sempre a conta da escola para enviar informações em massa. É mais seguro, rápido e oferece soluções fáceis de arquivamento. Claro, pode ser mais complicado porque pense que você terá diversos alunos respondendo a esses e-mails. Por isso, fique atento e adeque medidas conforme suas necessidades.

Se, por acaso, você escolher em disparar informações pelo seu software de curso online, use o espaço para distribuir novas tarefas e leituras sugeridas. Essa plataforma é mais abrangente na distribuição de comunicados.

Como você avaliará o aprendizado?

Esta é a pergunta final. Você tem suas tarefas definidas há semanas, sabe o que elas deveriam alcançar no seu curso presencial. Agora, você precisa realmente analisar se esses meios de avaliação funcionarão em um ambiente online ou se precisará reunir algumas avaliações de um tipo diferente.

Como mencionado anteriormente, os fóruns de discussão são uma ótima maneira de apresentar alguns pontos. Uma maneira possível de classificá-las seria duas vezes por semana – uma vez no meio, que examina as perguntas ou comentários que eles colocaram, e uma vez no final, para responder a outras postagens. Pense, também, em adaptar atividades que já usa presencialmente.

As avaliações de aprendizado online podem incluir tarefas de leitura direcionada seguidas de um questionário de leitura rápida, assistir a vídeos (sim, existem maneiras de rastrear quem assistiu e quem não assistiu), tarefas típicas de trabalhos de casa (que podem ser automaticamente classificadas para você).

No momento, pode parecer que esse é um feito impossível de realizar em um curto espaço de tempo, mas você pode fazer isso! Procure ajuda de colegas, editores e da web. Existem muitos outros recursos disponíveis para ajudá-lo a superar essa mudança e, quem sabe, você poderá obter um resultado positivo na forma de notas mais altas, feedback positivo dos alunos e maior envolvimento!

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
Recomendados