23/07/2021

Conheça escritoras negras na América Latina

No dia 25 de julho é celebrado o Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha, a data foi fruto do enfrentamento ao racismo e machismo no dia 25 de julho em 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, na República Dominicana. Hoje, na Entretanto, listamos 4 escritoras negras do Brasil, Colômbia e Cuba para você conhecer:

Maria Firmina dos Reis (Brasil)

Escritora do romance Úrsula (1859), Maria Firmina dos Reis é considerada a primeira escritora brasileira, pioneira na crítica antiescravista da literatura, que lançou um gênero literário sem precedentes no país. Em suas publicações buscou construir instrumentos de crítica à escravidão, por meio da humanização de personagens escravizados.

Carolina Maria de Jesus (Brasil)

Escritora, compositora e poetisa brasileira, ficou muito conhecida pela publicação do livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada (1960). Os escritos de Carolina Maria se destacaram por terem sido desenvolvidos como relatos, em forma de diários, sobre a dura realidade das pessoas negras da favela.

Mary Grueso Romero (Colômbia)

Poeta e escritora, a colombiana Mary Grueso Romero é apontada como uma das presenças de maior destaque da literatura afro-colombiana da atualidade. “Negra Soy” é um de seus trabalhos mais conhecidos e transmite aos leitores as reivindicações e lutas das pessoas afrodescendentes da sua região.

Teresa Cárdenas (Cuba)

Escritora, roteirista, atriz, bailarina e ativista social cubana, o trabalho de Teresa se destaca pelo impacto que tem na vida de crianças e jovens em Cuba. Algumas de suas publicações, inclusive, foram adotadas em programas de leitura em escolas brasileiras públicas e privadas.

LEIA TAMBÉM: O muro permanece alto para mulheres negras

Entretanto

Entretanto Educação
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
Outras matérias da mesma editoria