26/10/2021

Os 60+ e o aprendizado na internet: um guia para todos

Por: Contente

A pandemia escancarou muitas lacunas no que diz respeito ao acesso e ao uso do digital: há quem teve de aprender a usar o Zoom, quem precisou criar uma conta em alguma rede social que nem sequer conhecia, quem teve que ensinar parentes a fazerem videochamada, explicar porque precisamos clicar no “eu não sou um robô” em algumas páginas da web, aprender a dar aula por alguma plataforma. Podemos apostar que frases como “eu não aprendi a mexer nisso”, “eu não sei fazer isso”, “tô velho demais” também foram muito ouvidas por aí.

No lugar de partirmos para uma culpabilização individual dessas pessoas, precisamos considerar dois contextos. Primeiro, o geracional: a forma como comunicamos, as ferramentas que utilizamos e a interface cheia de luzinhas que piscam não foram feitas por nem pensadas para pessoas de gerações mais antigas. Segundo, o contexto social: “Temos um abismo social em que de um lado estão os mais velhos não alfabetizados, ou sem acesso à informação e a ferramentas, e do outro lado estão os idosos que estudaram, que muitas vezes estiveram no alto da pirâmide profissional e que, mesmo com dificuldades técnicas, estão sendo estimulados a resgatar as suas potencialidades para aprender mais com a internet”, explica Filomena Brandão, pedagoga e coordenadora da Pearson Clinical.

Em tempos de restrição social e em momentos de transformação como o que estamos vivendo, o movimento de fazer da internet janela e meio para o aprendizado de pessoas mais velhas é aliado para a melhoria na qualidade de vida e para a inclusão dessa população no digital. Afinal, só revertemos o “eu não aprendi a mexer nisso” quando não temos medo de tentar, de pedir ou de oferecer ajuda e quando entendemos que aprender é algo para se fazer durante a vida toda.

Abaixo, separamos 5 dicas sobre aprendizagem para os mais velhos. A convite Pearson, maior empresa de aprendizagem do mundo, queremos saber: você precisou ensinar algo a alguma pessoa mais velha que você durante esse período? Se sim, como foi a experiência? Quais foram as principais dificuldades?

LEIA TAMBÉM: Velho mesmo é achar que é tarde demais para aprender algo novo

LEIA TAMBÉM: Quem quer viver em um mundo onde pessoas têm prazo de validade?

 *Este material foi produzido pela Contente, a convite da Pearson. Para mais conteúdos relacionados à internet, bem estar nas telas e educação digital acompanhe a Contente no instagram @contente.vc e o movimento #ainternetqueagentequer no site www.ainternetqueagentequer.com 

Colaboração

Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
PARTICIPE
Faça seu login
Avalie o artigo
[Total: 0   Average: 0/5]
COMPARTILHE
Outras matérias da mesma editoria