6 dicas para novos professores

por: Entretanto

Nada pode verdadeiramente prepará-lo para a vida de professor. Você simplesmente entra no mundo da Educação e faz o seu melhor. Contudo, a Pearson oferece algumas dicas que talvez ajudem os professores iniciantes a superarem algumas das adversidades que são encontradas por quem está começando esta caminhada:

1 – Lembre-se que tudo está relacionado aos alunos

Às vezes, os sorrisos dos seus alunos são as únicas coisas que te darão forças ao longo do imenso trabalho pedagógico e emocional em que você está prestes a embarcar. Seus alunos precisam de você para progredirem até a próxima etapa. Se eles sentirem que você os compreende, eles ficarão mais focados em seus trabalhos. Pode parecer óbvio, mas quando se sentir estressado e oprimido, lembre-se, tudo está relacionado aos alunos.

2 – Aprenda a cultura de sua escola e o currículo

Para melhor se adaptar à escola, é preciso entender o currículo escolar através das lentes da cultura local. Isso normalmente implica na descoberta de quem comanda as diretrizes da escola, e tirar todas suas dúvidas a respeito da expectativa que a administração da unidade tem para o seu trabalho

Você não irá sempre concordar com todas as decisões ou com todos os aspectos do material, mas certifique-se de aguardar até que você entenda completamente a cultura da escola antes de utilizar os seus conhecimentos e habilidades para melhorar os métodos que julgue necessários.

3 – Aproveite os recursos existentes

Aproveite o início dos anos letivos para se familiarizar com todos os recursos de sua escola. Provavelmente, há muitos livros, planilhas e dispositivos a serem acessados e, mesmo que seja um grande fã de seus próprios materiais e suas próprias criações, você pode encontrar ótimos recursos na escola, que podem auxiliá-lo bastante.

4 – Dados e informações

Quanto mais cedo você conhecer as fraquezas, os pontos fortes e os estilos de aprendizagem de cada aluno, mais cedo você poderá ensiná-los de forma eficaz. Eu, por exemplo, mantenho uma planilha de dados contínua de meus alunos, onde encontro seus progressos ao longo do ano.

Esses dados, juntamente com uma profunda compreensão de cada aluno, permitem que você seja muito objetivo em seu ensino. Você pode usar esses dados para medir o progresso de seus alunos e sua eficácia como professor.

Leia outras dicas de como aumentar a confiança dos alunos.

5 – Silêncio não significa aprendizagem

Uma das primeiras coisas que notei durante meu primeiro ano lecionando foi que tive alguns alunos que foram muito obedientes e tranquilos. Eu pensei que estes alunos estavam indo bem, aprendendo e progredindo muito bem.

Mais tarde, quando fui verificar sua compreensão, descobri que eles não sabiam o que estava acontecendo.  Que isto sirva de lição para vocês, pois não é porque os alunos estão constantemente acompanhando o professor e seguindo instruções que eles estão alcançando seus objetivos de aprendizagem.

6 – Esteja em contato com os pais

Mantenha contato com os pais dos alunos pelo menos uma vez por ano. Se possível, mais do que isso. Não seja um professor que só faz um esforço para se comunicar quando algo dá errado, mas também reforce os pontos positivos. Os pais são seus aliados e estar na mesma sintonia contribui para um melhor ambiente de aprendizagem.

Confira dicas para melhorar sua saúde mental.

Texto originalmente publicado em Pearson.

Receba nossa News