A Ciência da Aprendizagem e as Soluções Tecnológicas

por: Entretanto

Os alunos de ensino médio muitas vezes encontram-se perdidos em um mar de prazos, leituras, redações e exames. Adicione tudo isso a outros fatores que tornam a transição para a faculdade estressante, como morar longe de casa pela primeira vez e ter de lidar com questões financeiras, que não é de se admirar que aproximadamente 40% dos estudantes dos Estados Unidos não consigam completar suas graduações.

Ao analisar os perfis de alunos do ensino superior, a equipe da Pearson, a maior empresa de educação do mundo, observou que eles se desenvolvem com o auxílio de um bom número de sistemas que permitem o solucionamento de problemas em matemática e em ciências biológicas, pois estas disciplinas possuem um conjunto de métodos que envolvem equações, técnicas e conceitos.

No entanto, nas áreas de ciências humanas e sociais, a aprendizagem ocorre mais através da leitura e da escrita. Nestas disciplinas, ler, refletir, processar o conteúdo são pontos fundamentais para desenvolver a compreensão. E a dúvida da equipe de pesquisadores da Pearson era: como aproximar os métodos das ciências humanas à tecnologia e como a aprendizagem pode ser combinada aos suportes técnicos, dentro e fora da sala de aula?

REVEL, um recurso digital lançado pela Pearson em 2014, oferece aos alunos acesso 24 horas aos materiais disponíveis para diversas disciplinas. Para acessar estes conteúdos, é necessário ter domínio da língua inglesa. O objetivo do programa é aprofundar a aprendizagem.

No REVEL, estão disponíveis ferramentas como: avaliações incorporadas, componentes interativos e vídeos integrados, materiais que visam reforçar conceitos básicos. É possível encontrar também dispositivos práticos de apoio ao aprendizado como: atribuições conectadas aos calendários de celulares, computadores e outros aparelhos móveis, com lembretes para os alunos, dicas de estudo, recursos de anotações e muito mais. A funcionalidade e as características do REVEL fornecem aos alunos o conteúdo, a estrutura e o suporte necessário para que possam se destacar na faculdade. E para os especialistas da Pearson, o programa é uma solução de aprendizagem baseado em pesquisas.

Com esta multifuncionalidade, ou seja, em qualquer dispositivo, em qualquer lugar e a qualquer hora, a expectativa do REVEL é deixar os alunos melhor preparados para aprender. O programa não deixa de trabalhar com as competências fundamentais, tais como: leitura, reflexão, escrita e processamento do conteúdo. Incentivando a este estudo contínuo dentro e fora de aula, a promessa é de que o impacto mensurável sobre os resultados do aluno seja de uma melhor realização, competência e progressão. O conteúdo e as ferramentas derivam de princípios de pesquisa que ajudam a transformar os alunos em aprendizes independentes, com auto-iniciativa.

O design do REVEL é sustentado por quatro princípios desenvolvidos para uma melhor aprendizagem:

1. Redução da carga cognitiva

Em psicologia, a carga cognitiva refere-se à quantidade total de esforço mental usado na hora de um trabalho. Isso inclui também a carga cognitiva estranha (esforço mental despendido em elementos de distração que não são relevantes para a aprendizagem). A pesquisa mostra que, se você puder reduzir a carga cognitiva estranha para os alunos quando eles estão lendo ou estudando, você pode melhorar a eficácia da capacidade do aprendiz de processar a informação importante e movê-la da memória de curto prazo, ou imediata, para a memória de longo prazo, (Sweller, 1988; Miller, 1956). Simplificando, se você remover distrações, é mais provável que a aprendizagem ocorra e os alunos estarão mais propensos a alcançarem seus resultados desejados.

2. Apresentação do conteúdo

Com REVEL, os autores da Pearson e os designers de aprendizagem reimaginaram a maneira em que os alunos acessam o conteúdo e aprendem conceitos, aplicando novas estratégias de aprendizagem e avaliação que não eram possíveis somente com um livro impresso, seguindo os princípios de aprendizagem de multimídia baseado na pesquisa (Mayer & Moreno, 2003).

Por exemplo, todo o conteúdo dos cursos do REVEL é segmentado em uma estrutura consistente. Cada capítulo, ou aula, é composto por uma introdução, segmentos do conteúdo e um resumo, que oferecem suporte ao aluno para estruturar seu pensamento. Os objetivos da aprendizagem ajudam a organizar o conteúdo e auxiliam o aluno a focar em conceitos importantes. Até mesmo elementos como fontes, paleta de cores, largura da coluna e a quantidade de espaço em branco que um aluno vê na tela, tudo isso foi selecionado para reduzir a carga cognitiva estranha dos alunos ao lerem o conteúdo do curso.

3. Interatividade incorporada e mídia

O REVEL é desenvolvido para que o texto narrativo seja combinado a elementos interativos para melhorar a aprendizagem. As informações e as ideias podem ser apresentadas de maneira mais clara através do conteúdo interativo ou de mídia. O valor das pausas ativas está na oportunidade que os alunos possuem de parar e processar informações mais complexas, conectando a mídia ao texto, e construindo uma base de conhecimento mais rica (Craik & Tulving, 1975; Mayer, 2002).

4. Avaliação integrada

A abordagem do REVEL para as avaliações visa impactar de maneira positiva na aprendizagem e na instrução. Os alunos são convidados a verificarem sua evolução frequentemente, e recebem retornos imediatos. Esta pode ser uma das maneiras mais eficazes para a construção da retenção a longo prazo, aumentando a confiança e a motivação do aluno (Hattie 2009-2012).

Antes do produto ser lançado oficialmente, a Pearson conduziu um estudo exploratório com instrutores e alunos em instituições de ensino superior. Ao examinar 193 alunos, as conclusões sugerem que o uso do REVEL está associado ao aumento da iniciativa própria, em suas habilidades para aprenderem sozinhos, de forma eficaz, e também ao aumento da capacidade de fornecerem apresentações orais mais transparentes.

Nota: Este estudo não permite afirmações causais, mas representa o nível de análise necessário para confirmar que os resultados do aluno são possíveis e serão testados mais rigorosamente na próxima fase de avaliação de eficácia do produto.

Texto originalmente publicado em Pearson.

Receba nossa News