A melhor maneira de aumentar o engajamento do aluno

por: Entretanto

Gastamos inúmeras horas nos preparando para uma aula e, muitas vezes, acabamos nos deparando com os alunos perdendo o foco e se dispersando. De telefones celulares ao aluno que, sozinho, consegue distrair a sala inteira, é quase impossível ensinar sem enfrentar algum tipo de distração.

 

Como instrutores, temos muitas tarefas a serem cumpridas. Alcançar a máxima compreensão, reter as informações e melhorar os resultados das provas são apenas alguns dos desafios que vão além da manutenção da atenção do aluno. Esperamos que, com estas dicas, você volte para a sala de aula aproveitando o que a aprendizagem digital pode oferecer, no sentido de mitigar distrações e promover o engajamento do aluno.

 

Ensinando através de um mapa mental

 

Em qualquer sala de aula, há alunos que aprendem em um ritmo diferente do conteúdo programático planejado. Alguns deles compreendem conceitos rapidamente, enquanto outros lutam para aprender. Existem inúmeras razões para um aluno aprender desta ou aquela forma, porém, independentemente do motivo, um aluno que esteja lutando para se manter focado está muito mais propenso a se dispersar da aula e corre o risco de ficar ainda mais para trás.

 

É importante que os professores acompanhem o desempenho do aluno em tempo real, percebendo com antecedência os “sinais de alerta” dos alunos que podem estar com dificuldades de aprendizagem.

 

Utilizar recursos online como o MyLab permite ao professor fornecer um conteúdo personalizado e conectar-se com os alunos, tanto dentro quanto fora da sala de aula.  Quando os alunos conseguem dominar os conceitos básicos da matéria em suas casas ou onde quer que estejam, os professores são capazes de retomar o foco e envolverem os alunos em sala de aula expandindo e aprofundando o assunto.

 

 

Afogando-se em um mar de recursos desatualizados

 

Vamos admitir: nenhum aluno quer um instrutor que o sobrecarregue com dezenas de papéis e conteúdos diferentes. Para muitos alunos, controlar a quantidade de materiais de todas suas aulas, incluindo livros didáticos, é um peso a mais. Um aluno que se esquece de um desses diversos materiais “essenciais” para a aula talvez não possa participar da mesma.

 

Os materiais tradicionais, como os livros, são um forte contraste com outros meios de comunicação com os quais os alunos de hoje estão mais familiarizados. Nascidos e crescidos com a internet, local onde uma pesquisa simples, feita em qualquer dispositivo conectado à ela, produz muitos resultados imediatos e informações relevantes, estes alunos podem não produzir da forma esperada ao terem todos seus materiais de aula “confinados” em um espaço físico.

 

Um sistema de gestão de aprendizagem on-line simplifica a organização, colocando todos os materiais e conteúdos em um só lugar. Com essa acessibilidade, os alunos ficam livres para se concentrarem na aprendizagem e para se engajarem na sala de aula.

 

Leia mais: 3 coisas que podem estar tomando seu tempo.

 

Leia mais: Encorajando positivamente o engajamento e motivação dos alunos.

 

Aulas no formato de palestras

 

Manter os alunos envolvidos pode ser difícil, principalmente em um caso específico como na realização de uma palestra. Com dezenas ou até mesmo centenas de alunos em apenas uma única sala, não é nenhuma surpresa encontrar professores de (cabelos em) pé, falando durante vários minutos, ou horas, e esperando que uma pequena porção de sua sabedoria esteja sendo absorvida. Obstáculos físicos, como a acústica da sala, são apenas outros entraves.

 

Se esse cenário é familiar, saiba que você não está sozinho (a). Uma das melhores maneiras de promover uma maior participação dos alunos é através de sessões interativas, como “sessões de entrevistas”, ou seja: perguntas e respostas, com discussões niveladas e complementadas por uma plataforma de aprendizagem on-line. Com uma solução como essa, os professores podem rapidamente repartir uma grande sala de aula em grupos e receberem respostas instantâneas, adequando as aulas às suas necessidades.

 

Evitando a nova tecnologia

 

Com a prevalência das mídias sociais e dos smartphones, não é nenhuma surpresa que os alunos de hoje esperam estar constantemente conectados. Interagir com o mundo através de seus smartphones e tablets é bastante comum.

 

Com os aplicativos de notícias e as plataformas de redes sociais, permitindo que as informações se alastrem como fogo, eles estão habituados a receberem informações em tempo real. Quando a internet proporciona algo desta magnitude, é comum que eles percam a paciência com os livros didáticos escritos anos antes de muitos deles terem nascido.

 

Uma dica é que os professores aproveitem estes dispositivos, trazidos por eles à sala de aula, fornecendo um ambiente de aprendizagem mais interativo (ao invés de checar um por um lentamente), ajustando suas estratégias instrucionais em tempo real.

 

Texto originalmente publicado em Pearson.

Receba nossa News

A Educação é feita da união de conhecimentos. Preencha seu e-mail e receba nossos conteúdos atualizados!

*Não lote sua caixa de e-mail. Nossas newsletters são enviadas quinzenalmente e trazem um resumo dos melhores conteúdos publicados.