Insights comportamentais: o valor do esforço

por: Entretanto

Você conhece a teoria do Mindset? Mindset é uma palavra da língua inglesa que significa “Mentalidade” ou “Atitude Mental”, ou ainda, “Modelos Mentais”.  E também diz respeito aos modelos mentais e as maneiras pela qual os seres humanos organizam e dão sentido às suas experiências. Para promover padrões de pensamentos positivos em seus alunos e filhos, a professora especialista Carol Dweck, psicóloga da Universidade de Stanford e seus colaboradores passaram décadas estudando o motivo pelo qual pessoas bem-sucedidas, e, mais especificamente, como os mindsets contribuem para o sucesso destas pessoas em áreas como a educação, saúde e relacionamentos.

 

A essência do mindset é como interpretamos nossos conflitos. Se lidamos com algo que consideramos de difícil execução, isso significa que não temos talento para concluir esta determinada coisa e devemos apenas partir para outra ou que esses desafios podem ser superados com esforço? Se tivermos o que a especialista Dweck chama de um mindset ‘fixo’, tenderemos a acreditar que nós nascemos com um conjunto fixo de habilidades que, de alguma forma, não podem ser modificados. Se o talento for tudo o que importa, então a prática pode não fazer muita diferença

 

Leia mais sobre desenvolver um modelo mental de crescimento.

 

Com esse mindset, um estudante que possui dificuldades em álgebra pode pensar que ele não tem a capacidade natural de compreendê-la e se dedicar apenas em outras coisas. Por outro lado, se tivermos um mindset de ‘crescimento’, acreditaremos que nossas habilidades são moldadas não apenas por nossos talentos, mas também pelo esforço depositado na solução de nossos conflitos. Um estudante que acha a álgebra difícil, mas tem um mindset de crescimento, entende que a batalha do aprendizado é uma parte normal da aprendizagem. Se ele continuar tentando, sua capacidade de entendimento será aprimorada.

 

E a teoria do mindset não se aplica apenas às habilidades acadêmicas. Sempre revelamos nosso mindset quando falamos a respeito do sucesso. Pense, por exemplo, no nadador americano Michael Phelps, o mais condecorado atleta olímpico de todos os tempos. Ficamos maravilhados com seu talento indiscutível, mas aqueles com um mindset fixo param por aí. Aqueles com um mindset de crescimento também irão considerar o treinamento intenso do atleta e todo o seu esforço depositado para conquistar as medalhas.

 

Aqueles com um mindset de crescimento não enxergam apenas o talento, mas também o esforço. É útil para os pais e professores compreenderem seus próprios mindsets, uma vez que seus comportamentos podem moldar o mindset de seus filhos e alunos. Não se preocupe se você tende a ter um mindset fixo, isto não é incomum. Na verdade, muitas pessoas acham que têm um mindset fixo em relação à algumas coisas e em relação às outras, não. Por exemplo, alguém pode ter um mindset fixo em relação à química, mas não para cozinhar. Desenvolver um mindset de crescimento levará tempo.

 

A especialista Dweck e outros psicólogos detectaram que, muitas vezes, os alunos desistem quando eles encontram um desafio, porque acreditam que simplesmente não nasceram com o talento adequado para terem sucesso. A batalha é uma parte da aprendizagem e, ao assumir os desafios, podemos aprimorar nossas habilidades. Ter um mindset de crescimento promove uma atitude positiva em relação à própria capacidade pessoal e à capacidade alheia.

 

Embora o “pensar positivo” seja benéfico, não é a única coisa suficiente para garantir seu próprio sucesso. Os alunos também devem entender como alcançar seus objetivos. Alguns pesquisadores conseguiram mudar os mindsets de estudantes com as sessões de treinamento. Uma sessão típica envolve o aprendizado das diferenças entre um mindset fixo e um mindset de crescimento.

 

Os alunos ouvem então, sobre a base da neurociência da aprendizagem, cada vez que aprendemos algo novo e novas conexões, ou ‘sinapses’, se formam no cérebro. Quando batalhamos muito, essas conexões são reforçadas. Um estudo nos Estados Unidos constatou que os alunos que concluíram essa formação estavam mais motivados (de acordo com seus professores) e obtiveram um melhor desempenho em matemática ao longo de um período de dois anos, se comparados aos outros que não concluíram o treinamento.

 

As respostas de adaptação para os sucessos e os fracassos das crianças podem ajudar a cultivar um mindset de crescimento. Elogiar uma criança pelo seu esforço demonstra o reconhecimento do desafio que ela enfrentou e o trabalho duro depositado para alcançar seu objetivo.

 

É muito fácil promover um mindset fixo, basta apenas elogiar o talento de uma criança. Por exemplo: “você é tão inteligente” ou “você tem um talento natural”, ao invés de seu esforço. Elogiar o talento, pode reforçar a ideia de que a habilidade natural é tudo o que importa.

 

Mas os pesquisadores da teoria de mindset de crescimento não afirmam que esse talento deve ser totalmente descartado. Ao contrário, eles tentam mostrar como o talento influencia a forma pela qual podemos adquirir expertise. Por exemplo, muitos pais já observaram que algumas crianças têm facilidade em aprender a tocar um instrumento musical.

 

Se uma criança não compreender algo imediatamente, isso não significa que ela nunca será boa nisso; simplesmente significa que ela pode demorar um pouco mais e exigirá mais esforço do que alguém que possui um talento natural nessa área específica. O risco de acreditar muito no talento é que, se uma criança se esforçar para aprender uma peça de música difícil, ela pode pensar que é porque ela não é talentosa o suficiente para ser um músico, e então ela pode desistir prematuramente, sendo que até mesmo os melhores músicos batalham.

 

A teoria de mindset de crescimento nos ensina a abraçar essas batalhas, a fim de desenvolver as nossas competências ao potencial máximo. Por outro lado, os psicólogos não sugerem que os pais devam incentivar seus filhos a trabalharem continuamente, sem obter nenhum retorno a longo prazo, em coisas que eles não gostam e nem valorizam. Nesses casos, o melhor a fazer mesmo é seguir em frente. Não temos tanto tempo e não podemos nos tornar especialistas em tudo. Os pais podem trabalhar com seus filhos para decidirem quais os desafios são necessários e quais não são.

 

Leia mais sobre a importância do incentivo ao pensamento.

 

A mensagem da teoria de mindset não é fazer a criança perseverar em tudo, mas sim ajudá-la a continuar, quando isso for a coisa certa a ser feita. Para utilizar estas técnicas teremos que praticar. Por exemplo, pensar em conversas estimulantes para a hora do jantar, o que levará um certo tempo e a reação da criança ao mindset de crescimento, também. A longo prazo, no entanto, essas pequenas ações poderão ajudar a cultivar padrões de pensamento positivo nas crianças.

 

É como a professora especialista Dweck apropriadamente coloca: “Se os pais quiserem dar a seus filhos um presente, a melhor coisa que poderão dar é: ensiná-los a adorar os desafios, a intrigarem-se com os erros, a desfrutar de esforços e a continuar aprendendo.”

 

Texto e documento completo originalmente publicado em Pearson. 

Receba nossa News